Exposição ‘Caminhos do café’ permite que visitantes conheçam etapas da lavoura em Cacoal, RO

Espaço foi montado durante a 1ª Festa do Café em Cacoal. Quem passou pelo local aprendeu sobre todas as etapas de maturação do grão.

Exposição foi montada pela Emater em local estratégico, na praça Governador Jorge Teixeira (Foto: Magda Oliveira/ G1 )

Exposição foi montada pela Emater em local estratégico, na praça Governador Jorge Teixeira (Foto: Magda Oliveira/ G1 )

Uma lavoura foi montada na praça Governador Jorge Teixeira em Cacoal (RO) município a 480 quilômetros de Porto Velho, durante a exposição “Caminhos do Café”. Quem passou pelo local aprendeu sobre todas as etapas de maturação do grão. A exposição fez parte da Festa do Café que aconteceu durante o sábado (28) e domingo (29).

Ludmylla Gabrielle do Prado Santos, de 10 anos, participou da festa junto com os pais e ficou encantada ao conhecer as etapas do café, desde a plantação até o grão se transformar em bebida.

“Eu estou achando tudo isso um máximo, tenho um tio que planta café, mas já fazia tempo que não via. Tive coragem até de experimentar um grão torrado e tinha impressão que seria amargo, mas me enganei e gostei bastante”, disse animada.

De acordo com o presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) local, Jozue Barboza da Silva, a exposição foi preparada para esclarecer as dúvidas das pessoas sobre os cafés de qualidade, produtividade e obtidos por meio de clones.

“No final do caminho as pessoas vão visualizar o produto de fato, com o café já beneficiado, um café de qualidade, o plantio no canteiro e têm a oportunidade de conversar com os viveiristas que estão expondo as mudas de clones de qualidade obtidas nos viveiros”, explicou o presidente.

Exposição fez parte da primeira Festa do Café de Cacoal (Foto: Magda Oliveira/ G1 )

Exposição fez parte da primeira Festa do Café de Cacoal (Foto: Magda Oliveira/ G1 )

No local que antes funcionava um chafariz, foi improvisada uma sala onde as pessoas puderam assistir um vídeo com a demostração do plantio, variedades de café plantados e clones, já em um outro espaço, os visitantes aprenderam sobre a qualidade do grão, a partir da colheita, secagem, beneficiamento e armazenamento do café.

Junto com a Emater estavam participando da exposição quatro viveiristas que possuem documentação e certificação das mudas.

“Nós estamos sempre visitando essas propriedades, convidando os viveiristas para participarem de eventos, eles participarão do Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé) e todos eles têm grande possibilidade de vencerem”, destacou o presidente.

Magda Oliveira, G1 Cacoal e Zona da Mata

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA