Etiópia proíbe adoção de crianças por estrangeiros

EUA é principal destino de órfãos etíopes adotados por estrangeiros
EUA é principal destino de órfãos etíopes adotados por estrangeirosGetty Images / Chris Hondros / 18/11/2017

O Congresso da Etiópia aprovou uma lei que proíbe a adoção de crianças por estrangeiros. A medida foi tomada por conta da preocupação de que menores etíopes sejam vítimas de abuso ou negligência em outros países. O sistema de adoção na Etiópia também é alvo de questionamentos por grupos de direitos humanos, que avaliam o processo como vulnerável ao ataque de redes de tráfico humano. As informações são da rede de notícias da BBC.

A lei foi aprovada mais de quatro anos depois de um caso chocante iniciar um intenso debate a adoção por estrangeiros. Em 2013, um casal norte-americano foi condenado pelo assassinato de uma menina etíope adotada por eles.

Os Estados Unidos são um dos principais destinos de órfãos etíopes. Estima-se que 15 mil menores foram adotados por famílias norte-americanas desde 1999, o que representa 20% do total de crianças estrangeiras adotadas nos EUA. Celebridades como Brad Pitt e Angelina Jolie estão entre os pais adotivos de crianças etíopes. Outras milhares de crianças tiveram como destino a Europa.

A lei aprovada pelo parlamento etíope prevê que o sistema de proteção à infância dê conta de atender os milhares de órfãos. A adoção não faz parte da cultura etíope. E apesar da rede de assistência social no país estar avançando, milhões de pessoas ainda vivem abaixo da linha da pobreza.

Fonte: R7

SEM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta